Temperaturas tórridas não abalam fé dos peregrinos no Santuário de Fátima

Fotos FN no Santuário de Fátima.

Temperaturas a rondar os 35 graus. Mas, no Santuário de Fátima, a fé dos peregrinos não mede esforços, supera os dias tórridos e é inquestionável o intimismo da espiritualidade que envolve todo o espaço.

Todos os caminhos vão dar à Capelinha das Aparições onde se respira silêncio e um olhar fixo na imagem de Nossa Senhora de Fátima, protegida por uma redoma de vidro, mas que parece falar aos corações dos milhares de peregrinos, de todas as idades e nacionalidades. Não são precisas palavras. Apenas o olhar fixo  na Virgem Maria.

https://www.facebook.com/funchalnoticias/videos/666243513755398/

De quando em vez, o silêncio quebra-se para a oração comunitária do Terço e, novamente, uma espiritualidade profunda brota neste espaço. Diante dos olhares, circundam, de joelhos, os peregrinos que pedem graças especiais ao Imaculado Coração de Nossa Senhora de Fátima. Um quadro real de ontem e de hoje, que toca os corações de quem assiste.

O silêncio impera, todos respeitam as intenções e as práticas de cada um e os pedidos são colocados nas mãos de Maria, a fiel intercessora junto de Jesus pelos peregrinos de todo o mundo.

Junto à Capelinha das Aparições, o cheiro intenso a velas. Todos acendem a sua luz à Imaculada, em fila. Os peregrinos sabem que, no fim de semana, é muito difícil colocar a vela, porque a fila é extensa e o calor insuportável. Mas, nesta segunda feira, há espaço e oportunidade para todos.

Num outro espaço, as velas estão ordeiramente dispostas à mão dos peregrinos com o custo fixado. Mas cada um deixa o valor que pode oferecer, pois ninguém controla ninguém. Tudo num profundo silêncio sem limites.

O tão propalado comércio à volta da devoção de Fátima circunda o Santuário. Mas também é certo que se nota uma contenção e só compra quem quer. Na Praceta de São José, 3 dezenas de lojas do Santuário vendem imagens da Virgem, terços, múltiplas estampas, a preços variados. Abrem às 8h00 e fecham às 19h00.

Contam-nos os comerciantes que, por ocasião do Centenário das Aparições da Virgem aos Pastorinhos, em 2017, com a vinda do Papa Francisco, em 2017, Fátima encheu-se de peregrinos e as lojas abriam às 08h00 e pela meia noite ainda tinham procura.

Na Basílica do Rosário, os túmulos dos Pastorinhos.

A Basílica do Rosário é outro ponto de atração dos visitantes, com os túmulos dos três pastorinhos, Jacinta, Francisco e Lúcia. Novamente, o olhar fixo em oração interior e o registo fotográfico pelos telemóveis.

Este ano, o ritmo abrandou, mas as enchentes em Fátima continuam a ser um fenómeno espiritual que não se explica à luz da ciência.

O comércio à volta do Santuário.