PS acusa Binter de não estar a cumprir com o serviço público

O PS veio também hoje comentar as notícias dos últimos dias, relativas às ligações aéreas entre a Madeira e o Porto Santo por parte da transportadora Binter. Os deputados socialistas na Assembleia Legislativa da Madeira consideram que “atrasos e cancelamentos sucessivos em plena época estival, em que estas ligações são vitais para o Porto Santo, ultrapassa tudo o que é minimamente razoável”.

A ligação aérea entre a Madeira e o Porto Santo é uma concessão com obrigações de serviço público, concessionada recentemente à transportadora Binter pelo Estado Português, refere o PS/M, para quem a Binter “não está a cumprir com o serviço público acordado aquando do acordo de concessão”.

“Os cancelamentos por “razões operacionais” deixam-nos muitas dúvidas se, de facto, as razões invocadas, nestes dias, correspondem a essa natureza tipificada na Legislação”, refere nota de imprensa do grupo parlamentar do PS.

“As notícias vindas a público e os relatos dos passageiros levam-nos a crer que a Binter, além de não cumprir o Serviço Público a que está obrigada, está a dar prioridade às ligações que tem com Canárias, num claro incumprimento para com as responsabilidades de serviço público, bem como uma clara discriminação em relação aos madeirenses e porto-santenses”, refere o comunicado.

Os deputados do PS vão apresentar um pedido de audição aos responsáveis desta empresa em sede de Comissão na Assembleia Legislativa Regional, bem como darão nota das situações que têm vindo ocorrer ao Ministro do Planeamento e Infraestruturas, promete o partido.