Funchal Jazz promete bons momentos musicais

Decorreu hoje no Salão Nobre da CMF a apresentação pública da próxima edição do Funchal Jazz, festival que tem já créditos firmados e que tem feito alguns dos nomes mais sonantes da cena jazzística internacional desfilarem pelos palcos da Quinta Magnólia ou, mais recentemente, do Parque de Santa Catarina, no Funchal. O edil funchalense e o director artístico do evento, Paulo Barbosa, acompanhados da cantora Jazzmeia Horn, estiveram no encontro de hoje nos Paços do Concelho.

Paulo Cafôfo, na oportunidade, teceu elogios à organização do evento, salientando que a edição de 2018  será a “mais premiada
de sempre do Funchal Jazz”, que começará já na quinta-feira.

“Como todos sabem, as nossas opções em termos de festival passaram sempre por manter a sua elevada qualidade e é por isso que, no concurso público que temos feito, existem critérios claros que têm a ver com os prémios que os artistas e as bandas que são
contratados têm. Como se comprova mais uma vez, esta é uma fórmula de sucesso”, acrescentou o presidente.

O autarca enfatizou, nesse sentido, “o privilégio de termos mais uma vez (…) excelentes intérpretes do jazz mundial, o que faz com que o Funchal Jazz seja um festival de topo mesmo em termos internacionais. São disso exemplos as presenças de Jazzmeia Horn, que temos o prazer de ter aqui hoje connosco, e que é a grande revelação deste ano para os meios da especialidade, ou ainda de Vijay Iyer, que foi considerado, de forma quase unânime, o intérprete do ano, mesmo do sexteto do ano e autor da música do ano.”

O Funchal Jazz decorre entre os dias 12 e 14 do corrente mês de Julho, no Parque de Santa Catarina, e apresenta nomes sonantes como Ricardo Toscano, Jazzmeia Horn, Vijay Iyer, Billy Hart, Jason Moran, Dave Holland, Chris Potter e Joshua Redman.