Cetáceo morto que flutuava perto da costa foi rebocado para alto mar pelo navio-patrulha “Douro”

A Marinha procedeu ao reboque, hoje, do cadáver dum cetáceo de grandes dimensões. O mesmo encontrava-se à deriva entre a Ponta da Oliveira e a praia dos Reis Magos, no Caniço de Baixo. Após o alerta para a situação ter sido recebido no Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal, cerca das sete horas da manhã, foi activada a embarcação salva-vidas ISN-RS40, da Capitania do Porto do Funchal, e o navio-patrulha NRP Douro.

Após responsáveis do Museu da Baleia terem confirmado que não existia interesse no espécime, e dados os riscos associados à sua proximidade à orla costeira, foi solicitado cálculo de deriva ao Instituto Hidrográfico, e iniciado o seu reboque para alto mar, para uma zona de maior influência da corrente oceânica.