Sindicato Democrático dos Enfermeiros levou reivindicações ao SESARAM

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPOR) foi recebido em audiência no passado dia 25 de maio de 2018 pelo conselho de administração do SESARAM, mais concretamente por Tomásia Alves, Pedro Gouveia e Dalila Freitas.

Evaristo Faria, Laurindo Pestana, Óscar Ferreirinha, Carmo Martins, respetivamente secretário executivo pela RAM, Conselho Nacional, futuro Presidente Delegação regional e Dirigente regional foram apresentar cumprimentos e levar ao SESARAM as suas preocupações.

Os membros do novo sindicato apresentaram a génese SINDEPOR, assim como o caderno reivindicativo e principais linhas mestras nomeadamente carreira pluricategorial, reposicionamento remuneratório, reforma antecipada, adequado pagamento das horas de qualidade/penosidade, etc..

Segundo uma nota de imprensa foram também abordadas questões como o subsídio de função transitório dos especialistas-assim como a clarificação dos procedimentos para descongelamento das progressões. Realçou-se relativamente aos CITS E CTFP (contratos), que, para trabalho igual, direitos iguais.

Segundo o Sindicato, houve uma postura de abertura e diálogo por parte de presidente do SESARAM e restante equipa relativamente à resolução das reivindicações apresentadas.

“A Enfermagem teve um retrocesso imparável ao nível dos seus direitos nos últimos anos. O SINDEPOR está e estará junto da classe e dos seus associados na luta pela recuperação de vencimentos e direitos perdidos. Pretendemos através duma postura assertiva e determinada fazer parte da solução dos problemas da Enfermagem e da resolução dos problemas do SNS”, revela.