Mais de 200 espetáculos e cinco grupos nacionais convidados reforçam animação do Mercado Quinhentista

Mercado Quinhentista 2018 A
O Mercado Quinhentista de 2018, em Machico, promete uma animação reforçada. Na imagem os Sons da Serra, um projeto de raiz tradicional.

São mais de 200 espetáculos em três dias. Um reforço de animação, anunciado hoje pela organização da XIII edição do Mercado Quinhentista, subordinada ao tema “Herdeiros de Tristão”, acontecimento que tem lugar a 1, 2 e 3 de junho em Machico.

Dos 51 grupos de animação presentes, que englobam cerca de 650 pessoas, destaque para os 5 grupos do continente: dois de música  (Trabucos e Sons da Serra), dois de teatro  (Vivarte e Os Almeidas) e um de artes circenses (Somnium). Os 46 grupos locais prometem, também, muita animação e criatividade.

Do conjunto da programação, que torna o evento único na Região, acontecem “os Torneios a Cavalo que decorrerão todos os dias pelas 19h00 na Liça, os espetáculos de fogo às 23h30 na sexta e no sábado, o Cortejo dos Infantes às 21h00 na sexta feira e o Cortejo da Capitania que decorrerá às 17h00 no sábado após o desembarque da nau de Santa Maria na baía de Machico”.

Na informação disponibilizada aos orgãos de comunicação social, a organização descreve que,  no âmbito da animação e dos grupos do exterior, “os Trabucos, com mais de dez anos de experiência e um cd lançado no ano passado, são atualmente uma das referências a nível nacional no que à música medieval diz respeito. Com uma sonoridade própria vigorosa, interpretada de forma enérgica e contagiante através da gaita de foles, bouzouki, safona, tarota, sanfona, timbalão e outros instrumentos de percussão têm percorrido as principais feiras medievais por todo o país e estrangeiro”.

Mercado Quinhentista B Trabucos
O grupo Trabucos é uma das atrações do Mercado Quinhentista.

Da Serra da Estrela “vêm os Sons da Serra, um projeto de raíz tradicional que pretende transportar o universo rural e pastoril da Serra da Estrela por todo o país em diversas feiras medievais e recriações históricas”.

Ao nível teatral, diz a mesma nota, “com a experiência de três décadas da já conhecida Companhia de Recriação Histórica Vivarte  e da trupe Os Almeidas que prometem muita comédia e interação com o público. Os Somnium trazem até à Madeira performances criativas e de forte impacto visual, capazes de despertar os cinco sentidos e muitas sensações no público”.