Orquestra Académica do Conservatório com concerto dos 600 anos dos Descobrimentos

Concerto Porto santo
A Orquestra Académica do Conservatório atuou ontem no Porto Santo.
Concerto 600 anos
Paula Cabaço fala na familiarização com a arte.

Foram três dias de intensa atividade musical no Porto Santo, encerrando com um concerto da Orquestra Académica do Conservatório, integrado nas comemorações alusivas aos 600 anos dos Descobrimentos das Ilhas. Entre o repertório, sob a direção Maestro Francisco Loreto, o público ouviu obras famosas como o “Bolero” de Maurice Ravel ou o “Fantasma da Ópera”, de Andrew Lloyd Webber.

A secretária regional do Turismo e Cultura lembra que “nas ações de quinta e sexta-feira, contamos com a participação de mais de 250 alunos do ensino básico e pré-escolar do Porto Santo, na descoberta da música e, ontem à noite, tivemos a capacidade de realizar um Concerto inédito que excedeu todas as expectativas, a cargo da Orquestra Académica do Conservatório que, ainda antes, realizou o seu ensaio aberto às famílias”, reforça a governante, acrescentando que é “na base desta familiarização com a arte que se descobrem novas vocações, que se qualifica, progressivamente, a oferta cultural, que se incentiva a preservação do património cultural e que, acima de tudo, se reconhece e valoriza, ainda mais, o que é nosso e que, pelo que aqui se viu, nos deve honrar e orgulhar”.

Paula Cabaço salienta “a extraordinária colaboração que foi manifestada, quer pela comunidade educativa, quer pelas entidades e, sobretudo, pela população do Porto Santo”, com a qual espera continuar a contar nestas celebrações. “As Comemorações dos 600 Anos só fazem sentido se contarem com o envolvimento ativo de toda a população e, neste caso, são muitas as ações a desenvolver nesta ilha, particularmente ao longo deste ano, que se esperam, tal como esta, altamente participadas”, conclui e governante.