Três árvores cortadas no Bom Jesus estavam a causar danos nas redes de água e sanemento, explica a CMF

OI000054.jpgOI000072.jpgOI000008.jpgOI000093.jpgOI000025.jpg

Fotos Rui Marote

A Câmara Municipal do Funchal decidiu proceder ao corte de três árvores, junto ao Convento do Bom Jesus, no âmbito das obras que decorrem naquela rua e que visam uma intervenção alargada, com “repavimentação integral da Rua do Bom Jesus em paralelepípedos tradicionais, e não alcatrão, e com tgrabalhos mais profundos, que  passarão pela “recuperação da envelhecida rede de águas e de saneamento básico do arruamento”.

Segundo o gabinete de comunicação da autarquia, o corte foi decidido uma vez que “as raízes dessas árvores estavam a provocar danos nas redes de água e saneamento, situação que obrigou a estes trabalhos”, referindo ainda que, na sequência do que está projetado para aquela zona, em matéria de renovação paisagística, estão previstas novas árvores perfeitamente integradas e de acordo com avaliações técnicas.

A obra representa um investimento municipal de 200 mil euros e tem um prazo de execução de 90 dias, sendo realizada em cinco fases”.