PSD reclama ao governo central que resolva os reembolsos do ADSE

Num comunicado assinado pela deputada social-democrata Sara Madruga da Costa, refere-se que esta deputada à Assembleia da República e também os deputados Rubina Berardo e Paulo Neves exigiram hoje ao Governo da República a resolução do problema dos atrasos nos reembolsos do ADSE, “da exclusiva responsabilidade do governo central”.

Numa pergunta dirigida ao Ministro da Saúde, os deputados do PSD ao parlamento nacional exigem ao governo que publique a legislação nacional em falta desde 1 de Janeiro de 2018, com efeitos retroactivos e que devolva à Região os valores entretanto adiantados pelo Governo Regional e que deveriam ter sido suportados pelo ADSE, IP nacional.

Sara Madruga da Costa considera “inadmissível” a forma como este assunto tem sido tratado pelo Governo da República, “em claro prejuízo da Região e de todos os beneficiários madeirenses da ADSE”.

“A forma como este assunto tem vindo a ser tratado pela República é mais um sinal inequívoco da falta de vontade política permanente e reiterada do rectângulo em resolver os problemas dos madeirenses e porto-santenses”, disse.

“Valha-nos a intervenção do Governo Regional que decidiu em boa hora, proceder ao adiantamento dos valores que deveriam ter sido assegurados pelo ADSE IP nacional,  por forma a que os beneficiários madeirenses não ficassem lesados”, comentou.

“O não cumprimento por parte da República e da ADSE nacional dos compromissos assumidos com a Região prejudica de uma forma bastante grave a Região Autónoma da Madeira, que tem vindo a adiantar mensalmente cerca de setecentos mil euros, e os seus beneficiários do ADSE residentes na Madeira cujos reembolsos deveriam ser assegurados pela República e não pela Região”.