Albuquerque promete reforçar o corpo de Guarda Florestal no próximo ano

Albuquerque- Guarda Florestal
O presidente do Governo Regional promete o reforço dos quadros da Guarda Florestal.

O presidente do Governo Regional esteve hoje presente, em São Vicente, nas comemorações do 105º aniversário do Corpo de Polícia Florestal, onde relevou o papel da Guarda na preservação da floresta, prometendo que o Governo vai continuar a apoiar este corpo, com o alargamento de quadros já no próximo ano.

Para Miguel Albuquerque”uma floresta não se pode realizar de forma instantânea, num computador e na internet, é  algo que decorre do sentido de responsabilidade e do sentido que o tempo dá, no médio e longo prazo. E Este corpo de Guarda Florestal tem um papel importantíssimo na gestão e preservação do nosso património florestal, que é património mundial”.

A importância de deixar um legado às gerações futuras, fez com que o presidente do Governo alertasse para o facto de “vivermos, hoje, numa sociedade cada vez mais acelerada e onde valorizamos aquilo que dá prazer imediato às pessoas. Isso é um problema porque distorce, muitas vezes, a hierarquia de valores e daquilo que devemos preservar e acarinhar. Digo isto porque, simultaneamente, entramos numa fase em que se valoriza o que tem valor pecuniário. Mas se pensarmos bem, se tivermos momentos para refletirmos sobre o que gostamos, amamos e valorizamos, percebemos que não é bem assim. O dinheiro é apenas um instrumento de gestão e de troca, mas o que tem valor é o que está nas nossas almas”.

Este “parêntesis” de Albuquerque foi a chegar a um objetivo: “Temos a obrigação de delegar às novas gerações condições de vida, de oferta do meio ambiente e da nossa terra onde vivemos, iguais ou melhores do que aquelas que os nossos antepassados deixaram. Temos a noção que existe uma obrigação de responsabilidade intergeracional”.