Quebra nos mercados alemão e inglês deve ser compensada com 700 mil euros para promoção, defende o CDS/PP

Rui Barreto
Rui Barreto defende reforço de verbas de promoção face à quebra dos mercados turísticos alemão e inglês.

O deputado centrista Rui Barreto entende que “o Governo Regional deve proceder já a um reforço de 700 mil euros, a exemplo do que havia feito em março de 2017 por causa do Brexit, para a promoção do destino turístico, por forma a esbater as consequências gravosas para a economia regional e para o setor do turismo, resultantes da quebra de 25% do mercado alemão e 15% do mercado inglês”.

O parlamentar e dirigente do CDS-PP diz que “mês de janeiro confirma, infelizmente, as quebras que já vinham sendo notadas em novembro e dezembro de 2017, na sequência do processo de falência de companhias como a Air Berlin e Monarch e lamenta que o Governo Regional não tenha sido pro-activo e tomado providências para atenuar o impacto negativo.”

Recorda que na discussão do Orçamento para 2018, em dezembro, “o CDS-PP pediu o reforço de verbas para a promoção e que foi o próprio PSD a reprovar essa pretensão, situação que terá conduzido ao cancelamento de acções promocionais”.

Rui Barreto afirma que “o Governo Regional não poderá dar por adquirido que os turistas vêm cá ter, não percebe porque razão há tanta resistência em reforçar em 700 mil euros as verbas para a promoção de um setor que gera retorno imediato na ordem dos 400 milhões de euros quando o investimento é de 15 milhões de euros. Não podemos baixar os braços nem correr atrás do prejuízo”.