Protecção Civil avisa para forte depressão frontal que vai atingir a Madeira

O Serviço Regional de Protecção Civil emitiu uma nota à comunicação social dando conta de que, de acordo com os contactos efectuados entre o Comando Regional de Operações de Socorro e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, “prevê- se a aproximação e passagem de uma depressão frontal, de forte actividade, no Arquipélago da Madeira”. Neste sentido, prevê-se, a partir do início do dia 27 (terça-feira) um “agravamento generalizado do estado do tempo”.
A partir da madrugada de amanhã até à madrugada do dia 28 (quarta-feira) prevêem-se períodos de chuva ou aguaceiros por vezes fortes, acompanhados de trovoada, com maior probabilidade nas regiões montanhosas e nas regiões costeiras da parte oeste da ilha da Madeira, em especial entre as 09 UTC e as 15 UTC. Neste período o vento, nas regiões costeiras será moderado a forte, com rajadas até 90 km/h e forte a muito forte nas regiões montanhosas, com rajadas até 120 km/h. Na costa sul da ilha da Madeira e em Porto Santo, a altura significativa das ondas com direcção oest-sudoeste, deverá aumentar gradualmente de 4 m, ao início do dia 27 (terça-feira), para 6,5 m no fim do mesmo dia. No dia 28 (quarta-feira) prevê-se uma melhoria relativamente à precipitação e um agravamento do vento A Protecção Civil recomenda, pois, cuidado nas aproximações ao litoral, cuidados especiais na condução automóvel sob condições de chuva e fraca visibilidade, a necessidade de obstrução de sistemas de escoamento de águas e limpeza de inertes que possam ser arrastados, a atenção de que as estradas podem estar cortadas ao trânsito e o contacto com os bombeiros, em caso de inundação nas residências.

Aconselha também a população a acompanhar os avisos da meteorologia e da Protecção Civil, bem como de outras entidades competentes.