Desemprego baixa mas há quase mil desempregados inscritos provenientes da Venezuela e as inscrições continuam a aumentar

desemprego1
O número de desemprego registado baixou mas há mais inscritos provenientes da Venezuela.

No final do mês de janeiro de 2018, o desemprego registado apresenta uma diminuição de 14,7% face ao mês homólogo, passando para 17.311 inscritos, menos 2.985 inscritos do que em janeiro de 2017. Estes os números hoje divulgados pela tutela. Que tem um outro dado relevante: perto de mil inscritos que vieram da Venezuela e o número continua a aumentar. Só em janeiro foram 173.

Em nota enviada à comunicação social, a estrutura governativa aponta que “os desempregados inscritos provenientes da Venezuela no final do mês de janeiro eram 927.”, reconhecendo que “o número de inscrições de oriundos da Venezuela tem vindo a crescer nos últimos meses, contando-se 173 desempregados inscritos só ao longo do mês de janeiro de 2018”

O valor do desemprego do mês de janeiro é o mais baixo registado neste mês desde 2012 (20.067), e corresponde a menos 7.161 desempregados do que o valor de janeiro de 2013 (24.472). O mês de janeiro de 2018 apresenta uma redução do volume de desemprego registado. Salienta-se que já o mês de janeiro de 2016 contou com apenas mais 3 desempregados do que o mês de dezembro de 2015, tendo-se iniciado desde fevereiro de 2016 uma redução contínua deste indicador.

Ao longo do mês de janeiro de 2018 registaram-se 562 integrações no mercado de emprego o que se traduz num decréscimo homólogo de 3,9% (-23 integrados).