EB1 do Caniço recebe prenda de Natal do Club Madeira Caniço

Escola Caniço8 Exposição dos instrumentos musicais JGPinto(2)
A prenda recebida pela Escola do Caniço.

O Club Madeira Caniço ofereceu instrumentos musicais, no valor de 3213€ à Escola Básica do 1º Ciclo com pré escolar do Caniço. Segundo a diretora desta instituição, Professora Eliana Morais, “foi uma verdadeira prenda de Natal e uma necessidade”. Este donativo surgiu através do contato de um encarregado de educação, que viu e sabe da importância da área musical no desenvolvimento da criança e da necessidade de renovar os instrumentos musicais desta escola.
A professora das áreas artísticas – Lucília Alves explicou-nos como desenrolou-se este processo. Os professores responsáveis por esta área fizeram um levantamento das necessidades da sala de música; “Tínhamos instrumentos musicais com mais de 20 anos, estavam desafinados e já não estavam dignos para serem usados.” “Eram instrumentos que foram e eram zelados mas, com o seu uso constante, danificaram-se.” “Temos que nos lembrar, são 350 crianças, no mínimo, que passam semanalmente nesta sala de aula e este material instrumental, todo ele é usado.”
Esta docente também afirmou, que um dos objetivos do ensino da música no 1º ciclo visa desenvolver competências criativas e de experimentação e também, desenvolver o pensamento musical. “Foi muito importante esta aquisição permitiu às nossas crianças terem a experiência e de vivenciarem uma orquestra orff, bem como, despertar-lhes o gosto pela música e sobretudo, tocarem outros instrumentos que não tínhamos”.
“Aproveito a ocasião para alertar às instituições privadas, às empresas e mesmo a particulares, colaborem com as nossas escolas! São atitudes como estas que valorizam o trabalho dos professores, das escolas e ajudam a formar cidadãos”.
Para finalizar, “em nome do conselho escolar, a senhora diretora agradece ao Club Madeira Caniço e ao Hotel Galo Resort pela preciosa colaboração, atenção, carinho e disponibilidade que têm tido com a nossa escola. Bem haja!”