Atenção aos passeios e aos pavimentos do centro do Funchal… precisa-se

*Com Rui Marote (fotos)

A objectiva sempre atenta do FN captou esta manhã este estacionamento indisciplinado em cima dos passeios. É verdade que por vezes é necessário. É verdade que existem muitos automóveis no Funchal. É verdade que existem muitas motos. É verdade que por vezes é necessário estacionar desta forma por motivo de obras, ou para descarregar, ou para fins similares. O que é certo é que, por uma razão ou por outra, o estacionamento indisciplinado multiplica-se um pouco por toda a cidade. E parece que nem a Polícia de trânsito consegue ter mão nisto. Ora são uns exemplos, ora são outros. As justificações abundam. Nuns casos, é garantidamente “para trabalhar”. Noutros, é porque há eventos festivos no centro do Funchal, ou há jogos de futebol, junto aos estádios ou demais instalações desportivas. Noutros, é por causa dos festivais musicais, que não há lugar onde parar, etc. Mas o que coloca um travão nos abusos?

Por outro lado, e depois de tantas obras na baixa, será que se contabilizam os danos causados nos pavimentos por causa de estacionamentos irregulares e aquilo que se gasta para consertar o que se estragou? E já agora, deitemos também um olhar ao piso do histórico Largo da Restauração, que é cedido para todo o tipo de eventos. Não sabemos se será culpa dos mesmos, da montagem de presépios, barracas, etc. Estamos só a constatar um caso. Mais uma vez, é verdade que os largos e as praças são para serviço da população. Mas e estas velhas pedras, não merecerão mais cuidados?