Deputada e presidente da Junta de Santo António protestam por fecho de CTT nas Madalenas que o FN noticiou a 17 de dezembro

A loja CTT no Caminho de Santo António, fechada já antes do Natal de 2017. Foto DR

O Funchal Notícias noticiou a 17 de dezembro sob o título “CTT fecha nas Madalenas e clientes são encaminhados para posto no hipermercado”.

Não houve reações.

Hoje, o presidente da junta de freguesia de Santo António, Rui Santos e a deputada do PSD na Assembleia da República, Sara Madruga da Costa vieram a terreiro falar do assunto.

Rui Santos lamentpu “profundamente, que a freguesia mais populosa da Madeira, com 28000 habitantes e 22,20 Km2 de área, tenha sido abandonada pelos CTT”.

Já Sara Madruga da Costa contestou a decisão dos CTT de encerrar o balcão dos CTT de Santo António e descontinuar parte do serviço para um supermercado e o reembolso das passagens para a freguesia vizinha de São Roque e para o centro do Funchal (Av. Calouste Gulbenkian) defendendo a reavaliação urgente da decisão.