Acordo sobre “mulheres de conforto” não é suficiente para compensar vítimas [vídeo]

|AF|