Madeira não terá ecotaxa

Fotos Rui Marote

O Governo Regional não vai criar uma ecotaxa turística como sugere a oposição, à semelhança do que se aplica em vários países e regiões da Europa.

Segundo o Executivo, criar novas taxas é criar dificuldades às empresas do setor turístico, numa altura em que o setor está em franca expansão.

A garantiu de Pedro Calado e de Paula Cabaço foi feita a instâncias de intervenções quer do deputado Ricardo Lume, do PCP, quer do deputado independente, Gil Canha.

“O Governo Regional não vai introduzir a ecotaxa, não vai onerar com impostos. Não vamos criar taxas que depois se vão reflectir nos preços que vão ser pagos pelos madeirenses e turistas”, disse Paula Cabaço.

No debate houve uma troca de argumentos entre o Executivo e o deputado do CDS, Rui Barreto sobre os números para a promoção turística. O CDS reafirma que as verbas alocadas à promoção em 2017 eram de 6.328.511,00€ e, para 2018, é de 6.245.000,00€.

Já Carlos Pereira, do PS mostrou-se preocupado com o aumento de 4 mil novas camas no destino Madeira nos anos mais próximos.