Jardim não gostou da expulsão de Gamboa no Porto/Marítimo

Alberto João Jardim não gostou da expulsão de Gamboa no jogo de ontem à noite no dragão e, vai daí, comentou o assunto através de um escrito denominado “A Liga badalhoca”:

“Ontem, o Marítimo empatado com o Porto ainda na primeira parte do jogo, inexplicavelmente o árbitro expulsou um jogador madeirense.

Isto é uma constante em Portugal, sempre que um dos três clubes com mais sócios revela dificuldades no decorrer de uma partida com todos os outros.

Dada a importância do futebol profissional, desde a Economia à paz cívica, este problema de há muitos anos está na altura de ser firmemente enfrentado. Desde o carácter e a categoria civilizacional e profissional que tem de ser exigida aos árbitros e aos dirigentes dos principais organismos do futebol da República Portuguesa, até à obrigação de intervir por parte de quem constitucionalmente cabe defender a legalidade em todos os sectores.

Espero que os encontros que finalmente reunem os mais importantes clubes de futebol português, à excepção dos tais três “sortudos”, não se fiquem por convívios simpáticos, mas sejam um arranque para maioritariamente meterem o futebol português na ordem.

E meter na ordem, significa decisões maioritárias JÁ, pondo em sentido todos os que andam a gozar com a gente… e com receitas dos nossos impostos!”