Oposição diz que orçamento para 2018 é de “remedeio”

O Governo na Assembleia. Fotos Rui Marote

Já foram feitas as primeiras três das 25 perguntas por parte de deputados ao vice-presidente do Governo Regional após a apresentação do Orçamento e Plano da Região para 2018.

Carlos Rodrigues, do PSD questionou que orçamento teríamos se a República não asfixiasse tanto a Madeira. “Extorsão contínua”, nas palavras do deputado do PSD, Carlos Rodrigues.

Já para o deputado do CDS, Rui Barreto “este é um orçamento de remedeio”. Não há um sinal no IRS, no IRC e no IVA, há opção de voltar ao endividamento e “o que era transitório passou a permanente”.

Para Carlos Costa, do JPP, as medidas em matéria fiscal têm sido “desanimadoras” com medidas de “cosmética”.