José Prada salientou aposta do GR na “renovação e valorização da administração pública”

Os deputados social-democratas na Assembleia Legislativa Regional realçaram hoje que, tal como está plasmado no Orçamento da Regional para 2018, o Governo Regional “vai renovar e valorizar a administração pública”.

Numa conferência de imprensa realizada na Avenida Zarco, o deputado José Prada salientou que serão adoptadas “medidas concretas para beneficiar os funcionários públicos”. Uma delas é o início do processo do descongelamento das carreiras, com um impacto orçamental de 5,6 milhões de euros.

Está também prevista a regularização da situação dos precários, ou seja, daqueles que se encontram a recibos verdes, avençados ou com contrato a termo. “Vai apostar em novas contratações para a função pública”, afirmou José Prada, acrescentando que essas contratações deverão ocorrer sobretudo nas áreas essenciais, como a saúde e social, onde são necessários novos médicos, enfermeiros e técnicos superiores de saúde e de diagnóstico, mas também noutras, como as que estão relacionadas com a protecção civil, sendo disso exemplo a aposta em mais rocheiros e sapadores florestais.

O deputado referiu ainda que haverá igualmente um reforço no investimento na formação profissional dos funcionários públicos e dada continuidade ao subsídio de mobilidade aos funcionários públicos do Porto Santo e da Madeira, com um impacto orçamental acima dos quatro milhões de euros.

“Com estas medidas, o Governo pretende dar melhores condições aos funcionários e que o serviço público melhore na prestação para os próprios madeirenses”, disse José Prada.