Igreja do Rosário reabre e terá cerimónia de Dedicação

Igreja do Rosário
D. António Carrilho. Bispo do Funchal, presidirá a estas liturgias que principiarão pelas 15 horas.

 

Sílvio Mendes

Depois de ter passado por importantes obras de restauro no seu interior a igreja paroquial do Rosário na freguesia de São Vicente, vai reabrir. A iniciativa do pároco, Pe. Hugo Gonçalves, teve como objetivo dotar aquele templo de melhores condições, valorizando o património existente.
A reabertura será no domingo, 17 de dezembro, sendo assinalada com a celebração da Eucaristia e com a cerimónia da dedicação. D. António Carrilho. Bispo do Funchal presidirá a estas liturgias que principiarão pelas 15 horas.
Quando a construção de uma igreja chega ao fim, a celebração que marca a vida dela tem o nome de dedicação, que pode ser traduzida como consagração, sagração ou inauguração.
Todas as igrejas são dedicadas por excelência à Santíssima Trindade, a Nosso Senhor Jesus Cristo e aos seus títulos; ao Espírito Santo, à Santíssima Virgem, aos Santos Anjos, aos santos inscritos no Martirológio Romano.
O rito da dedicação de uma igreja  é muito rico de significados. Normalmente, é o bispo da diocese quem dedica o templo. Ali acontece a aspersão da água benta, as unções do altar e das paredes no edifício, a incensação, a deposição das relíquias no altar, a iluminação e, é claro, o rito da Palavra e da Eucaristia.
A paróquia do Rosário foi fundada em 24 de novembro de 1960 e entrou em funcionamento a 1de janeiro de 1961 ficando a sua sede na capela de Nossa Senhora do Rosário
Como igreja paroquial o templo nunca havia sido dedicado.
No domingo após estas cerimónias será inaugurado o presépio paroquia que se encontra no adro e que será mais um motivo para uma visita àquela localidade.
Haverá convívio e animação musical.
Entretanto na igreja do Rosário vão ser celebradas as missas do parto às 5 horas nos dias 15, 19, 20, 21 e às 6h30 nos dias 14, 18 e 22 de dezembro