JSD reuniu com a AAUMa sobre situações que afectam os estudantes

A JSD e os Estudantes Social Democratas da Madeira reuniram ontem com a Associação Académica da Universidade da Madeira, informa aquela estrutura partidária de juventude.

Motivados por queixas e opiniões de vários alunos da UMa que à JSD acorreram para explanar os seus anseios, os jovens laranja abordaram questões como a limpeza da universidade, o encerramento do centro de cópias e os apoios sociais.

Enquanto uma das representantes máximas dos alunos do ensino superior desta instituição, a AAUMa foi a principal visada da JSD para poder responder às questões em cima da mesa.

No que à situação da limpeza diz respeito, os estudantes afirmam que a mesma está resolvida, havendo, já, uma empresa a fornecer o serviço.

Já relativamente aos apoios sociais, mais concretamente ao passe sub23, a AAUMa reiterou, uma vez mais e à semelhança da JSD, a sua preocupação sobre este assunto e alertou para uma possível descriminação relativa aos estudantes das regiões autónomas. A JSD, por seu lado, apresentou as conclusões da reunião com o líder do grupo parlamentar do PSD, que ouviu os anseios dos mais jovens.

Aproveitando a oportunidade, fora também abordados os apoios sociais concedidos pela Direcção Geral do Ensino Superior, sendo de ressalvar que 80% das candidaturas dos alunos da UMa já estão concluídas e com resultados apresentados, refere nota de imprensa. Quanto à AAUMa, continua a aplicar a Bolsa de alimentação e de material escolar aos alunos carenciados, perfazendo um total de 60 bolsas anuais (cerca de 30 por semestre).

Por último, a JSD quis compreender o encerramento do Copy Center e esclarecer o funcionamento do actual método de cópias. Face ao apresentado, a AAUMa informou que ouve uma assembleia geral na qual a situação foi falada e que o novo método é, na sua opinião, mais económico e com menos limitações ao nível dos horários de funcionamento.