Greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica com concentração a 12 no Hospital Dr. Nélio Mendonça

hospital
A concentração dos técnicos de diagnóstico e terapêutica ocorre a 12 de outubro em frente do Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Os técnicos de diagnóstico e terapêutica dizem estar a horas de uma “greve histórica e determinante”, marcada para o dia 12 de outubro. No Funchal, a concentração, entre as 10.30 e as 13 horas, tem lugar frente ao Hospital Dr. Nélio Mendonça.

O Sindicato do setor avança que o secretário de Estado da Saúde está “ocupado com as negociações dos enfermeiros e dos médicos”, constando, como refere, a existência de “filhos e enteados”. Em comunicado, a estrutura sindical diz que “perante a continua falta de respostas do Ministério da Saúde e do comportamento errático do Secretário de Estado da Saúde, impeditivo de qualquer tentativa de entendimento com o STSS em tempo oportuno, o sindicato vê-se obrigado a avançar com a greve nos dias 12 e 13 de outubro, e a partir do dia 19 por tempo indeterminado”.

Esta decisão, diz, “foi tomada depois de vários esforços por parte do sindicato para retomar as negociações com o Ministério da Saúde, sem êxito. Ontem, todos os sindicatos do setor, pelas 16h16, foram convocados pelo Secretário de Estado da Saúde para uma reunião para retoma das negociações. Dado não se conhecer a ordem de trabalhos, o STSS, pelas 17h22 solicitou que fosse facultada a ordem de trabalhos, por forma a preparar-se a participação. Estranhamente, o secretário de Estado informou que por razões inadiáveis a reunião ficava sem efeito”.

O sindicato refere que “o Ministério da Saúde, tendo-se comprometido a dar continuidade à negociação, conforme firmou em protocolo com os sindicatos, em junho passado, não apresentou uma única proposta. Pior ainda: o protocolo negocial que o Ministério da Saúde não cumpriu deveria ter sido negociado até final de setembro. Estamos em outubro e nada. Nem previsões”.

A manifetsação decorre no dia 19 de outubro junto ao Ministério da Saúde.