PDR critica mais um anúncio de reabilitação do Bairro da Palmeira para “caça ao voto”

PDR-BAIRRO PALMEIRA5
O PDR esteve em acção de campanha no Bairro da Palmeira.

Numa acção de campanha no Bairro da Palmeira em Câmara de Lobos, o candidato do PDR à Câmara local, Dinis Teles, criticou aquilo a que chama de manobra política e de caça ao voto por parte da autarquia e do governo regional.

“O Governo e Câmara só se lembram do Bairro em altura de eleições, lançando para o ar que este será alvo que reabilitação e depois das eleições volta tudo ao normal, ou seja, esquecidos e sem qualquer reabilitação”, salientou o candidato do PDR ao município que, acrescenta “ a população sente-se esquecida e revoltada, e não acredita nestas promessas, já feitas anteriormente e por mais”.

O candidato do PDR, conhecedor da realidade do Bairro da Palmeira, já que nasceu e cresceu naquele espaço, diz que “ este anúncio de reabilitações servem apenas para enganar a população. Querem apenas que a população vá votar no partido que se encontra actualmente na Câmara que é o mesmo que está no poder na Região e que durante anos vem enganado a população com dinheiro para os arranjos e reabilitação,  que vão ficando, adiados”.

Dinis Teles defende a dignidade daquela população e quer que se acabe com esta sucessiva “fantochada dos apoios para o bairro que nunca chegam”. A candidatura do PDR diz ainda que “ foi visível por nós e pode ser por qualquer pessoa que por ali passe” a “degradação de vários prédios, com as vigas de ferro visíveis, prédios a cair aos pedaços, colocando em perigo quem tem de circular a pé todos os dias por lá ”.

A este propósito Dinis Teles, diz que “ só depois de acontecer uma tragédia como a que aconteceu na Cidade Nova vão fazer algo”.

PDR-BBBAIRRO PALMEIRA
O PDR constatou a degradação do Bairro.

“Este ano, tal e qual aos anteriores, saiu novamente noticia que o Bairro da Palmeira terá uma verba de 3 milhões para a sua reabilitação, será novamente uma procura aos votos? ou será que abriram os olhos e viram o estado do Bairro?”, pergunta Dinis Teles, que falou ainda do lixo, do mato que cresce em vez de jardins, dos vidros partidos em áreas comuns dos edificios, de janelas partidas e estragadas, de cabos de alta tensão por um dos edificios, de paredes sustentadas por grandes blocos de betão, da degradação daquilo que foi um parque infantil, dos passeios e das escadarias de acesso a alguns prédios, enfim “ é este o cenário do Bairro da Palmeira, é este o cenário de um bairro onde vivem algumas centenas de familias, algumas com os apartamentoss lotados pela segunda e terceira geração. A autarquia e o IHM, nunca mais construiram apartamentos de renda social no município é este o cenário deste bairro, onde os ratos vivem paredes meias com as pessoas”.

A terminar, Dinis Teles, acusa este governo e a autarquia de fazer demagogia a propósito do amianto “ este bairro ainda tem amianto, e existem aqui no concelho outras infra estruturas públicas que ainda têm na sua cobertura de fibrocimento.