JPP propõe túnel escapatório na ribeira para evitar catástrofe na Ribeira Brava em caso de aluviões

Foto JPP.

A candidatura do partido Juntos Pelo Povo (JPP) à Câmara da Ribeira Brava esteve esta tarde na Ponte Vermelha.

Para o candidato à presidência da Câmara, Luís Drumond, é uma prioridade intervir neste espaço porque é uma localização bastante sensível na eventualidade de ocorrer uma intempérie.

“Nós, Juntos Pelo Povo, queremos fazer um alerta muito importante e também um compromisso com a população da Ribeira Brava, relativamente à segurança da vila da Ribeira Brava. Em 2010 ocorreu aqui uma grande intempérie também com grandes efeitos na Ribeira Brava. Neste ponto, que é a Ponte Vermelha, desde 2010 a 2017, o governo ainda não interveio. Eu próprio, enquanto presidente da assembleia municipal, na tomada de posse, no primeiro discurso que fiz, alertei para a prioridade número um que era intervir aqui na Ponte Vermelha, que é muito sensível para a Ribeira Brava”, revelou.

Segundo Luís Drumond, “os estudos científicos dizem que as intempéries são cada vez mais intensas, mais aguadas e dizem que a frequência de ocorrência destes fenómenos aluviões, aqui neste concelho é normal. Isto significa que estamos a deixar para segundo plano a intervenção sobre esta Ponte Vermelha, que é um perigo tremendo para a vila da Ribeira Brava e o JPP, Juntos Pelo Povo, apresenta uma proposta que se faça um túnel escapatório para as águas da ribeira próximo à zona da Fajã da Ribeira para evitar quer a Ponte Vermelha quer um conjunto de edificações que já estão a fazer constrangimento, nomeadamente uma bomba de gasolina.”

O JPP considera que esta proposta de um túnel é uma prioridade para segurança da vila da Ribeira Brava e para todos os ribeirabravenses.