Marítimo faz hoje 107 anos e apaga as velas do bolo na Avenida Arriaga com atletas e adeptos

Jovens do Colégio do Marítimo fazem a festa na Avenida Arriaga. Fotos FN.

O “glorioso” Marítimo está em festa porque assinala hoje 107 anos de existência. Na Avenida Arriaga, a efeméride não passou despercebida, com os alunos do Colégio do Marítimo a fazerem a festa com a prática de atividades desportivas. mas a festa foi aberta a todos, naturalmente aos adeptos.

Para o Club Sport Marítimo, trata-de de “uma data significativa do chamado, com toda a propriedade ‘Maior das Ilhas, um dos Maiores de Portugal’. Uma coletividade que não se fica pela componente desportiva. Vai muito mais longe, com um papel relevante junto da sociedade madeirense, juntando a tudo isso um trabalho, também notável, ao nível do ensino, com o Colégio do Marítimo cada vez mais pujante”.

As comemorações começaram hoje bem cedo e no local onde tudo se iniciou em 1910, no Campo Almirante Reis, a partir das 9 horas, com o hastear da bandeira na sede do C. S. Marítimo. Depois de outras iniciativas na Zona Velha, as comemorações passaram para o Complexo Desportivo, em Santo António, onde foi celebrada uma missa, com a parte da tarde reservada à baixa funchalense.

Diversas modalidades estiveram em exibição na Placa Central, com o futebol profissional a conviver com os adeptos. Pelas 17h30 , foram cantados os “Parabéns” e partido o bolo de aniversário, entre dirigentes, atletas, funcionários e adeptos.

Ninguém o disse. Mas os verde-rubros bem pensam nisso ao longo desta época. Marítimo quer fazer boa figura na I Liga de Futebol e tudo parecer ajudar.