Carlos Pereira define objetivo do PS-M em comício com cerca de mil pessoas: “Mais câmaras, mais juntas, mais vereadores”

Comicio PS B
O PS realizou esta noite um jantar-comício em Água de Pena, com cerca de mil pessoas.

Com cerca de mil pessoas, segundo números da organização, o PS-Madeira fez esta noite, no parque desportivo de Água de Pena, a sua “rentrée” política com um jantar/comício e com a ausência do líder nacional António Costa, que chegou a ser dada como certa mas que acabou por não acontecer.

O líder do PS-Madeira Carlos Pereira considerou que “a presença de António Costa seria bem vinda”, mas disse compreender a ausência: “Falou comigo e demonstrou que não tinha qualquer condição para estar cá e temos que compreender que ele está a fazer um grande trabalho pelo País e também pela Região. Estamos aqui a fazer uma grande festa”.

Para Carlos Pereira, o objetivo está bem definido: “Vamos conquistar mais câmaras, mais vereadores, mais juntas de freguesia. Os madeirenses já perceberam que a estabilidade que o PS tem demonstrado, a unidade e capacidade de defender os interesses dos madeirensese, são fatores determinantes para fazer aquilo que queremos que é ganhar as eleições.

Considerando esta “uma batalha eleitoral autárquica”, o líder socialista regional considerou que “os presidentes de câmara socialistas têm demonstrado uma diferença substancial face ao passado, quer nas questões financeiras, quer na ausência de clientelismo do dia a dia e sobretudo na atenção social que têm para com os seus munícipes. Verificamos, hoje, que o Partido Socialista introduziu uma marca diferenciadora relativamente à gestão autárquica e essa marca é a atenção às pessoas. Não há marca socialista sem o social”.