Banco do Estado “carrega” comissões sobre os reformados

cgd
Comissões “apertam” também no Banco do Estado.

A Caixa Geral de Depósitos, a instituição bancária do Estado, começa hoje a “carregar” nos clientes reformados que antes pagavam zero de comissões de conta e agora passam a pagar. Só um crivo muito apertado é que permite isenção. Ficam, no entanto, isentos os reformados cuja verba não ultrapasse os 835 euros.

As alterações foram anunciadas em junho e a CGD justificou com a necessidade  de gerar receita, tendo a administração recordado que existiam 700 mil clientes da CGD que pagavam zero pelos serviços “sem contar com os serviços mínimos bancários”.

Para ficar isento de comissões, os reformados devem ter idade superior a 65 anos e uma reforma não superior a 835,50 euros.