Instituto do Vinho com programa vasto nas Festas do Vinho 2017

A Secretaria Regional da Agricultura e Pescas, através do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira,  promove várias iniciativas no âmbito da Festa do Vinho 2017, que visam a divulgação dos produtos regionais, com particular destaque para o Vinho da Madeira e Artesanato Regional.

Neste âmbito, de 31 de Agosto até 10 de Setembro, o IVBAM marcará presença neste evento com vários espaços expositivos/promocionais, nomeadamente:

Pavilhão do Conhecimento

Este pavilhão, cuja entrada é livre e que funcionará nos dias acima mencionados, das 11h00 às 20h00, tem como objetivo dar a conhecer toda a estrutura vitivinícola da RAM quer aos turistas quer aos madeirenses, permitindo aprofundar os seus conhecimentos sobre a produção do Vinho Madeira, desde o cultivo ao engarrafamento.

O referido pavilhão conta com um total de nove áreas, abordando os mais diversos temas:

– Região Vitícola da Madeira, onde poderão ser visualizados a os solos típicos da nossa Região, e descrição das características edafoclimáticas;

– Sistema de condução da vinha, com a típica latada e o sistema em espaldeira;

– Castas recomendadas para a produção do Vinho da Madeira, que engloba uma exposição de vinhas e Mapa Geográfico de distribuição das Castas, assinalando as zonas da ilha com maior produção;

– Ciclo da Vinha, onde se ilustra o ritual desde o início do desenvolvimento da cultura até à vindima;

– Método de Produção – informações sobre o método de produção singular e especial do Vinho Madeira;

– Vídeo promocional de 4 minutos sobre o Vinho Madeira, explicando o seu processo e história;

– Aromas e cores do Vinho Madeira, este módulo permite aos visitantes sentir os aromas típicos assim como visualizar as cores específicas deste produto;

– Tipos de Vinho Madeira, exemplifica como interpretar um rótulo de uma garrafa de Vinho Madeira e as suas categorias;

– Vinho Madeira no Passado e Presente será a área final, que inclui a descrição de alguns episódios sobre o Vinho Madeira ao longo dos seus cinco séculos de História, assim como, citações de apreciadores, jornalistas e críticos do setor vínico, relativo ao Vinho Madeira na atualidade.

Para além do Pavilhão do Conhecimento, o Largo da Restauração será também “palco” de várias atividades, que incluem não só provas de Vinho Madeira, mas também, jogos didáticos para todas as idades.

Os adultos serão convidados a testar os seus conhecimentos no   jogo da “Roda do Vinho Madeira” e as crianças poderão divertir-se com o jogo da “macaca” com a temática das principais castas do Vinho Madeira.

A dinamização dos jogos será feita dentro dos seguintes horários:

– Jogo da “Macaca”- Das 12h00 às 14:00 e das 17:00 às 19:30

– Roda do Vinho Madeira – Das 14h30 às 16h00 e das 18h30 às 20h00

No final da visita ao “Pavilhão do Conhecimento do Vinho Madeira”, os visitantes terão a oportunidade de degustar Vinho Madeira, entre as 13h00 e as 14h00 e entre as 16h00 e as 18h00.

Os Vinhos da  Madeira poderão ainda ser degustados no decorrer da Festa do Vinho, nas “casinhas de madeira”, situadas na Avenida Arriaga, assim como, na Wine Village na Praça do Povo, onde estarão presentes vários produtores de Vinhos da Madeira.

Lançamento de Obras Literárias

Com o intuito de promover as fortes ligações do Vinho Madeira com os Estados Unidos da América, que remontam ao início do Século XVII, proceder-se-á ao lançamento de duas obras literárias sobre as ligações histórico – comerciais entre o Vinho Madeira e os EUA, no Pavilhão do Conhecimento do Vinho Madeira.

4 de Setembro, 18h00 –  “American Views on Madeira Wine’”, da autoria do historiador madeirense, Duarte Mendonça.

Nesta antologia de textos de fontes americanas o autor ilustra o modo pelo qual o Vinho Madeira foi visto por inúmeros americanos, quer os que passaram pela Madeira ao longo do séc. XIX e escreveram sobre este precioso néctar, quer os que, nunca visitando a ilha, apreciavam o seu precioso vinho, que era motivo de orgulho e sinónimo de status social para quem o possuía.

7 de Setembro, 18h00 -“Oceanos de Vinho”,  versão portuguesa da obra de David Hancock, professor de Historia na Universidade de Michigan nos EUA. “Este livro relata como, entre 1640 e 1815, o comércio do Vinho Madeira moldou o mundo atlântico e a sociedade americana. Percorrendo áreas como a história, a economia, a química, a cultura material, a antropologia, a arqueologia e a psicologia, é feito um retrato envolvente de um produto de luxo e das sociedades que cres­ceram à sua volta. É um livro para ser apreciado pelos amantes de vinho e entusiastas do Madeira, tal como, pelos historiadores com interesse em gastronomia, comércio colonial ou história da Região Atlântica”.

 

Vinho da Madeira, com provas no Aeroporto

Serão igualmente dinamizadas ações promocionais do Vinho Madeira, no Aeroporto da Madeira e na Estação de Teleféricos do Funchal, procurando desta forma, seduzir e cativar turistas e madeirenses para este nobre produto que tão bem identifica a Madeira. As ações realizar-se-ão nos seguintes dias e horários:

Aeroporto da Madeira: 4 e 7 de Setembro, das 16h00 às 18h00

Estação de Teleféricos-Funchal: 5 e 6 de Setembro, das 11h00 às 13h00

Artesanato da Madeira na Avenida Arriaga

Com o intuito de dinamizar e enriquecer a oferta a visitantes e locais nas placas centrais da AV. Arriaga, o Artesanato Regional marcará a sua presença de 31 de Agosto até 10 de Setembro, das 11h00 às 20h00, com dois pavilhões, situados junto ao edifício da Secretaria Regional da Agricultura e Pescas, mostrando assim toda a sua versatilidade e originalidade.

O Artesanato Regional será representado por vários Artesãos reconhecidos pelo IVBAM, que na sua maioria, demonstrarão a sua arte ao vivo, representando diversas áreas da nossa cultura, quer a tradicional, quer a contemporânea. Para além de poderem apreciar os artefactos regionais, os visitantes terão a possibilidade de adquirir s peças dos artesãos presentes no evento, estando estes representados por turnos, conforme segue:

De 31 de Agosto a 4 de Setembro:

Ana Fátima Nóbrega Gama Santos – Fabrico de Acessórios de Vestuário e Confeção de Bordados;

Aquiles Oliveira dos Santos Machado – Fabrico de Acessórios de Vestuário e Fabrico de Bijuteria;

Emanuel Severino Ferreira de Nóbrega – Tanoaria e Fabrico de Miniaturas;

Ester da Conceição Escórcio de Freitas da Silva – Confeção de Artigos Têxteis para o Lar, Confeção de Artigos de Malha e Confeção de Artigos de Renda;

José Leça de Freitas – Fabrico de utensílios e outros objetos em Madeira e Fabrico de Brinquedos;

Luísa Maria de Freitas Pereira – Arte de Trabalhar Materiais Sintéticos;

Maria Espiritu Santo de Freitas Batista – Arte de Dourador e Restauro de Bens Comuns – Madeira;

Maria Guarete Vieira Melim Figueira – Arte de Trabalhar Materiais Sintéticos;

Maria Helena dos Passos Rego Grácio – Fabrico de Acessórios de Vestuário;

Maria Lídia dos Ramos Sousa – Confeção de Artigos de Malha, Confeção de Artigos de Renda e Confeção de Bordados;

Maria da Paz Fernandes Jardim – Fabrico de Acessórios de Vestuário e Confeção de Artigos de Renda;

Sílvio Martim Barreto de Freitas – Fabrico de Acessórios de Vestuário e Arte de Trabalhar o Couro;

Tânia Maria Nóbrega de Nóbrega – Fabrico de Acessórios de Vestuário;

Teresa Maria Trindade Nóbrega Cabral – Fabrico de Bijuteria.

 

De 5 de Setembro a 10 de Setembro:

Ana Paula da Silva Gomes – Azulejaria;

Carla Maria de Vasconcelos Vieira – Confeção de Vestuário, Fabrico de Acessórios de Vestuário e Arte de Trabalhar Materiais Sintéticos;

Catarina Sofia de Olival Vieira Rodrigues – Joalharia e Fabrico de Bijuteria;

Cátia Andreia de Nóbrega – Confeção de Artigos de Renda;

Cecília Guareti Gonçalves Nóbrega – Fabrico de Acessórios de Vestuário e Confeção de Bonecos de Pano;

Emiliana de Freitas Rodrigues – Arte de Trabalhar Materiais Sintéticos e Fabrico de Bijuteria;

João Maurício Vieira Gomes – Fabrico de Miniaturas;

José Carlos de Sousa – Arte de Trabalhar Couro e Fabrico e Reparação de Calçado;

Luís de Jesus – Fabrico de utensílios e outros objetos em madeira;

Maria Marta Ferreira Moniz Melim – Fabrico de Bijuteria;

Maria João Mendes Freitas – Fabrico de Acessórios de Vestuário e Confeção de Bordados;

Maria Zita Baptista Freitas – Confeção de Artigos de Malha e de Renda;

Maria Zita Correia da Silva – Fabrico de Acessórios de Vestuário;

Michael Ian Loja Aguiar / Charlotte Aguiar – Arte de Trabalhar o Vidro, Fabrico de Acessórios de Vestuário e Feltragem de Lã;

Suzana Maria Fraga Homem de Gouveia – Arte de Trabalhar Materiais Sintéticos e Fabrico de Bijuteria.

Estas ações promocionais são cofinanciadas em 85% por fundos comunitários, veiculados pelo Programa Madeira 14-20, sendo o restante montante suportado pelo orçamento regional.