CDU insiste: há obras urgentes a resolver no Curral das Freiras, sete anos passados sobre os acontecimentos de 20 de Fevereiro de 2010

A CDU foi hoje ao Curral das Freiras, em Câmara de Lobos, para abordar a problemática relacionada com os atrasos decorrentes das obras em falta na recuperação do pós-20 de Fevereiro. O candidato à Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Alexandre Fernandes, criticou: “Passados que são sete anos e meio sobre a intempérie do 20 de Fevereiro de 2010, que atingiu fortemente a freguesia de Curral das Freiras, constatamos, e por diversas vezes denunciamos, que há obras urgentes que já deveriam ter sido realizadas, mas que, pelas quais as populações aguardam ansiosamente”.

“Não é, de certeza, pela falta de meios financeiros que as obras que ainda faltam fazer não foram realizadas. A Lei de Meios está em vigor e devidamente suportada do ponto de vista orçamental. Consideramos que o que falta fazer só não foi feito por meras opções políticas e eleitoralistas”, criticou o candidato comunista.

Exemplo desta situação, diz, é o Ribeiro da Achada, que aguarda a sua canalização desde a nascente e regularização das suas margens. Há neste momento uma obra da Lei de Meios no valor de 3 milhões de euros numa parte importante do percurso deste ribeiro, e que atravessa a estrada para a Fajã Escura e Fajã dos Cardos, mas “a montante continuamos com o problema por resolver e que consideramos ser uma autêntica bomba relógio”, queixou-se.

Para a CDU, esta é uma situação entre muitas outras que existem por resolver no Curral das Freiras, e que põem em causa a segurança de bens materiais, mas, principalmente, a segurança das populações.

“Mais uma vez fazemos este alerta e chamamos à atenção que esta situação precisa de ser resolvida o mais urgentemente possível”, insiste o partido.