Tragédia do Monte: Alunos franceses depositam flores no colégio onde professora dava aulas de espanhol

Foto publicada pelo jornal Sudouest em www.sudouest.fr

O jornal francês Sudouest (www.sudouest.fr) revela que a professora francesa que ensinava espanhol num colégio francês estava “cheia de vida”.

O Colégio Henri-Dheurle está em choque após a morte acidental da professora de espanhol Celine Bétouret-Candau, esta terça-feira, na ilha da Madeira, após a queda da árvore no Monte.

Colégio Henri Dheurle em choque.

Segundo conta aquele jornal (http://www.sudouest.fr/2017/08/18/les-collegiens-veulent-honorer-leur-professeur-3704271-2918.php) os alunos espontaneamente depositaram flores no portão do colégio Henri-Dheurle, em homenagem à docente.

Celine Bétouret-Candau, originalmente de Orthez, ensinava espanhol neste colégio de La Teste-de-Buch, Gironde, zona costeira de Bordéus, França.

Revela o Sudouest que a Madeira era “uma ilha que amava. A família estava na Madeira pela segunda vez, sempre com o mesmo entusiasmo”.