Obras em frente ao Palácio de São Lourenço não pararam e Câmara vai seguir recomendações da Direção Regional de Cultura

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A Câmara do Funchal vai seguir as recomendações da Direção Regional de Cultura relativamente à obra em frente ao Palácio de São Lourenço. Foto Rui Marote

A Câmara Municipal do Funchal garante que as obras em curso na rua junto ao Palácio de São Lourenço “não pararam”, sendo que as mesmas decorrem a ritmo normal e por isso o prazo de execução, até setembro, mantém-se.

De acordo com informações que demos conta numa outra notícia, os trabalhos sofreram uma paragem devido a um diferendo existente entre a autarquia e a Direção Regional de Cultura, entidade que alertou para algumas situações resultantes de obras levadas a efeito junto de edifícios classificados, como é caso do Palácio de São Lourenço.

De facto, a Direção de Cultura confirma algumas recomendações, mas nega que uma eventual interrupção dos trabalhos, que se confirma não ter ocorrido, possa ser resultado da sua intervenção

A DRC refere, ao Funchal Notícias, que “a pedido da CMF, foram mantidas duas reuniões sobre o projeto a implementar, especificamente relacionado com a melhoria da acessibilidade e mobilidade nos passeios, onde a DRC teve a oportunidade de colocar as suas preocupações no concernente aos cuidados que deveriam ser observados, quer no que se refere aos materiais a utilizar quer ao enquadramento patrimonial e paisagístico a preservar, tendo em conta a localização desta obra”.

Diz a Direção Regional de Cultura que “uma vez retificado o projeto inicialmente apresentado, de acordo com as recomendações veiculadas pela DRC, esta Direção Regional acredita e espera que as mesmas venham a ser respeitadas, conforme expresso nos contactos atrás referidos”.

A Câmara Municipal do Funchal, de acordo com o vereador Miguel Gouveia, que tem o pelouro das obras municipais e infraestruturas, “vai cumprir as recomendações da Direção Regional da Cultura, garantindo o melhor enquadramento da obra e o normal decorrer dos trabalhos”.