Formação em resgate em teleféricos para a Protecção Civil da Madeira

Seis formadores do Serviço Regional de Protecção Civil (SRPC) receberam, durante três dias, formação prática e específica para o resgate em teleféricos. Participaram ainda, dois operacionais da Autoridade Nacional de Protecção Civil, dá conta a Secretaria da tutela.

A formação foi uma parceria entre o SRPC e a empresa proprietária dos teleféricos entre o Almirante Reis e o Monte.

Esta formação, inédita em Portugal, serve de mote para, numa fase posterior, formar 96 agentes de protecção civil que estarão aptos para assegurar o resgate em teleféricos, refere a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais.

Rubina Leal considerou, a respeito, que “uma vez que já temos um número considerável de teleféricos na região, havia esta necessidade de criar uma formação específica desta natureza”, sublinhando tratar-se de uma ‘formação sem custos’ para o SRPC.

“A Madeira reforça assim, a competência dos seus operacionais e passa a ser formadores nesta área de resgate. Temos os nossos operacionais em condições de poder formar outros e assegurar condições de máxima segurança numa situação de socorro e resgate”, concluiu Rubina Leal.

A acção de formação teve a duração de três dias e decorreu na estação do Teleférico do Monte.