Turismo: Operadores alemão e espanhol garantem 10 mil lugares para época de inverno

Foto DR

Até ao momento, a Madeira tem garantidos dez mil novos lugares nas ligações aéreas com a Alemanha, Suíça e Áustria a partir do próximo mês de novembro. Um volume que poderá aumentar, nas previsões dos operadores turísticos FTI Group e Sidetours Incoming Services, que esta semana estiveram na Região a apresentar o seu programa para a época de inverno 2017/2018.

Num encontro realizado no Funchal, onde estiveram presentes 150 hoteleiros, profissionais de turismo, entidades governamentais e Associação de Promoção da Madeira (APM), Sven Schikarsky, diretor geral da FTI Group, um dos maiores operadores turísticos alemães em exportação de clientes, confirmou a aposta na Madeira em termos de voos e hotéis preferenciais, já a partir de 1 de novembro deste ano.

Foto DR

A operação de inverno está já montada e, até ao momento, estão garantidos dez mil lugares para clientes oriundos dos mercados alemão, suíço e austríaco. Em termos de companhias áreas, o programa tem para já contrato firmado com a Air Berlin, a Lufthansa e a TUIfly na ligação com os aeroportos da Alemanha.

No entanto, atendendo à dimensão de parcerias da FTI-Group com outras marcas europeias, é possível que a oferta para os meses de inverno possa também fazer chegar turistas da Holanda, França e do Reino Unido, um mercado que aliás tem vindo a recuperar.

Para os parceiros da FTI Group trata-se de uma “ótima notícia”, conforme reconheceu Filipa Camacho, a representante regional da Sidetours Incoming Services, a parceira espanhola da FTI Group nesta operação para a Região, que culmina a 30 de abril de 2018.

Foto DR

“Este programa vem demonstrar que queremos crescer para além da ápoca de verão, a mais procurada. Trata-se de uma operação que visa reconhecer a importância da Madeira ao longo de todo o ano”, sublinhou responsável da Sidetours, para quem a Região tem vindo a recuperar em vários mercados, nomeadamente o britânico e o alemão, devido sobretudo a quatro fatores. “Clima, natureza, segurança e qualidade do parque hoteleiro”.

A FTI Group, o quatro maior operador alemão, e a Sidetours, operador espanhol a trabalhar há 40 anos em Portugal e em Espanha, olham com grande interesse para a Madeira, dado o seu potencial de crescimento.

Foto DR

Sven Schikarsky, o homem forte do grupo FTI, anunciou que a intenção será ir mais além no reforço do número de hóspedes para a Região. “Calculamos entre 40 a 50 mil clientes por ano, pelo que procuramos parcerias fortes”.

Com vista a concretizar este objetivo de aumento na ordem dos 15 mil passageiros, a vinda dos responsáveis da FTI esta semana à Madeira teve ainda como missão auscultar os empresários do sector, tendo sido já firmados novos contratos com a Quinta do Lorde e o Santa Cruz Village, em complemento às quintas e aos resorts no segmento de luxo, como é o caso do Belmond’s Reid’s Palace, os hotéis dos grupo Pestana e Savoy, e ainda os Meliá Hotels e Charming Hotels.

No catálogo da FTI Group, disponível a partir de julho, estarão ainda disponíveis pacotes de caminhadas, excursões e passeios, esperando atrair à Madeira turistas entusiastas por canyoning, jeep tour/safari, passeios de speedboat, catamaran, entre outros.

Foto DR

Para além de Sven Schikarsky, esteve também presente no encontro realizado no Forte de São Tiago Pablo Mendez-Trelles, o diretor da Sidetours para Portugal e Espanha, empresa que movimentou 1,2 milhões de passageiros em 2016.