Ex-campeão de ralis condenado a 5 anos de prisão efetiva por tráfico de droga

A decisão foi hoje lida no tribunal.

A Instância Central do Tribunal da Comarca da Madeira condenou hoje a 5 anos de prisão efetiva um antigo campeão regional de ralis (open e clássicos).

O empresário ligado ao mundo automóvel e ao imobiliário foi julgado no Funchal por tráfico de droga.

Um outro coarguido foi igualmente condenado numa pena de 5 anos de prisão e o terceiro numa pena de 4 anos e oito meses de prisão efetiva.

O julgamento decorreu em várias sessões, desde 2 de fevereiro, na antiga Vara Mista do Funchal.

O acórdão foi hoje conhecido e o Funchal Notícias sabe que o advogado do ex-campeão de ralis vai recorrer da decisão.

É que, ainda que o crime tenha sido desgravado, haverá discrepâncias relativamente a viagens entre a Madeira e o continente que foram dadas como provadas.

Em causa está um processo que remonta a 2015.

Os arguidos foram acusados pelo Ministério Público (MP) e foram julgados por um coletivo de juízes.

A acusação deduzida pelo MP revela que os arguidos se dedicavam ao tráfico de haxixe entre o continente e a Madeira, algumas das remessas por via postal.

Em Maio de 2016, uma operação policial resultou na apreensão de seis quilos de haxixe.

Dois dos arguidos aguardaram o julgamento em prisão preventiva, entre eles o ex-campeão de ralis e o outro em prisão domiciliária.