Governo Regional celebra contratos-programa com a IHM e outras entidades e louva Leonardo Jardim

 

O Conselho de Governo, hoje reunido, deliberou autorizar a celebração de um contrato-programa com a Investimentos Habitacionais da Madeira, com vista à comparticipação das obras de recuperação e ou beneficiação ao abrigo do Programa para Recuperação de Imóveis Degradados, no montante máximo de €300.000,00 (trezentos mil euros).

Também foi decidido autorizar a celebração de um contrato-programa com a Investimentos Habitacionais da Madeira, no montante máximo de €50.0000,00 (cinquenta mil euros), para a reparação dos danos verificados no Edifício Nova Cidade, no concelho de Câmara de Lobos, na sequência da derrocada, na escarpa rochosa contígua ao mesmo, a 8 de Março de 2017.

Um outro contrato-programa será celebrado com a Associação de Desenvolvimento Comunitário do Funchal – Garota do Calhau, de modo a assegurar os diversos encargos da Instituição, no âmbito da sua intervenção social, no montante máximo de €50.000,00 (cinquenta mil euros).

Outro ainda será estabelecido com a União das Instituições Particulares de Solidariedade Social da Madeira, com vista a apoiar a realização dos eventos “Festa da Solidariedade” e “Chama da Solidariedade”, tendo atribuído uma comparticipação financeira no montante máximo de €15.000,00 (quinze mil euros).

Os governantes hoje reunidos aprovaram ainda o Programa de Modernização Administrativa da Administração Pública Regional da Região Autónoma da Madeira.

Por outro lado, decidiram criar um grupo de trabalho, com o propósito de estabelecer medidas relativas à circulação dos veículos que transportam mercadorias perigosas na rede viária regional, por forma a garantir a segurança de pessoas e bens, diminuindo o risco de acidentes desta classe de veículos e instituindo adequados padrões de segurança.

O dito grupo é constituído pelo período de um ano e incluirá um representante da Direcção Regional da Economia e Transportes, da Direcção Regional de Estradas e da Secretaria Regional das Finanças e da Administração Pública.

Também se deliberou autorizar quatro expropriações amigáveis, no valor total de €199.189,56 (cento e noventa e nove mil, cento e oitenta e nove euros e cinquenta e seis cêntimos), que abrangem 28 beneficiários.

O Governo louva ainda publicamente o treinador da Association Sportive de Monaco Football Club, o madeirense Leonardo Jardim, pela conquista do campeonato de futebol em França, tendo em consideração que o feito alcançado “contribui para a notoriedade da Região Autónoma da Madeira, na qual iniciou, desenvolveu e consolidou a sua formação”.

“Os êxitos alcançados por Leonardo Jardim relevam a expressão cabal das suas competências profissionais, dimensionadas numa área de profunda exigência, como é a do futebol profissional, e atestam que, no seu percurso, tem sabido manter uma postura de cidadão íntegro e exemplar, patente na forma como se tem relacionado com a generalidade dos agentes desportivos da modalidade, tendo nas suas opções de recrutamento para a equipa técnica que lidera, valorizado a colaboração de outros técnicos madeirenses, como é o caso de António Vieira e Nelson Caldeira”, concluiu um comunicado do Conselho de Governo.