JPP contra-ataca com acusações ao PSD e convite para visitar famílias em Santa Cruz

Continua o “pingue-pongue” político entre o JPP e o PSD. Depois de críticas e contracríticas, é agora o JPP a convidar a deputada Vânia jesus, o candidato Roquelino Ornelas e o secretário-geral do PSD, Rui Abreu, a fazerem uma visita “às centenas de famílias que, no concelho de Santa Cruz, recebem mensalmente apoio da Câmara no âmbito do Fundo de Emergência Social e no âmbito das bolsas de estudo e que recebem diariamente refeições quentes no âmbito de um protocolo com o CASA”.

O presidente da Câmara de Santa Cruz e dirigente do JPP, Filipe Sousa, afirma que é esta a melhor resposta às acusações social-democratas de que a autarquia não tem trabalho para apresentar. Declarações que classifica como “mentirosas e de uma clara manifestação de má fé, numa tentativa de enganar o eleitorado”.

“É uma tremenda falácia vir para um bairro social do Governo Regional acusar a Câmara de Santa Cruz de nada fazer e de receber anualmente mais de dois milhões de euros, o que é mentira”, prosseguiu Filipe Sousa.

O presidente do JPP desafia o PSD a mostrar aquela que é a sua política social, visitando as casas do Bairro da Nogueira, onde existem situações de casas que foram entregues sem portas interiores, sem sanitas e sem armários. “Tem sido a câmara e a junta que têm acudido pontualmente essas famílias”.

Filipe Sousa desafiou ainda o PSD a mostrar tudo o que não fez ao povo madeirense, nomeadamente o navio Armas, o avião cargueiro e um verdadeiro hospital que funcione sem falta de medicamentos.

Por fim, o dirigente do JPP salientou também a circunstância do PSD criticar a taxa turística de Santa Cruz, num momento em que se prepara para fazer igual, mesmo após ter criticado e atacado, efusivamente, esta opção da gestão autárquica JPP.