Faz hoje um ano que Marcelo tomou posse e deverá visitar a Madeira a 28 março

Fotos DR

Faz hoje um ano que o Professor Marcelo Rebelo de Sousa tomou posse como 19.º Presidente da República, na Assembleia da República.

Segundo o Embaixador Manuel Corte-Real  esta tomada de posse é o “ato protocolar mais solene do âmbito do protocolo oficial”.

O Professor Catedrático Marcelo Rebelo de Sousa chegou ao parlamento nacional, primeiro órgão de governo próprio, a pé e sozinho. (além de 2 seguranças, que é um número mínimo securitário para um presidente da república eleito). [ver foto]

Por ser o primeiro mandato, também estava presente, na mesa da assembleia, o seu antecessor que, naquele momento, ainda era Presidente da República. Depois do juramento sob a constituição da República, estes “magistrados da nação” trocam de lugares. (ver foto)

No seu discurso, de 28 minutos, o Professor Marcelo Rebelo de Sousa referiu por 4 vezes as regiões autónomas (Madeira e Açores). Começou logo, a partir desse momento, a “contrastar” com o seu antecessor.

Assistiram a esta cerimónia o Representante da República, que seria reconduzido uma semana depois, o Presidente da Assembleia Legislativa e o Secretário Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus, em representação do Presidente do Governo Regional, que se encontrava no estrangeiro em viagem oficial ao estrangeiro.

Em 365 dias, 7 (intermitentes) foram passados na Madeira, em visitas programadas e não programadas.

Recorde-se que o Presidente da República esteve na Região por ocasião dos devassos fogos ocorridos no mês de Agosto de 2016, na cidade do Funchal.

Terá sido, até agora, o Presidente da República que mais vezes visitou a RAM no primeiro ano de mandato.

O 19.º presidente da República , durante o primeiro ano deste mandato, tem lembrado, por várias vezes, os seus antecessores. Utiliza os meios indispensáveis tal como Ramalho Eanes não encarecendo o erário público com grandes comitivas e gastos; é próximo da população como o falecido Mário Soares; é humanista como Jorge Sampaio, exibindo um lado afetuoso e credível; e, tal como Cavaco Silva, tem uma credibilidade académica e respeitadora: ambos são Professores catedráticos.

Ainda sujeito a confirmação oficial, mas tendo em conta a tradição presidencial– das poucas tradições políticas que ainda se mantém– o atual Presidente da República virá à Madeira assistir ao jogo da seleção nacional, no próximo dia 28, diante a seleção sueca, tal como o antigo Presidente Jorge Sampaio fez, em 2001, quando a seleção portuguesa, também no Estádio dos Barreiros, venceu a seleção de Andorra num jogo também amigável que serviu para homenagear o antigo jogador Luís Figo.

No dia 28 será homenageado o atual capitão da seleção nacional, Cristiano Ronaldo, natural da freguesia de Santo António, uma das mais populosas da Madeira.