PSD lamenta “ruído” da oposição sobre setor da banana

psd-banana
Foto DR.

O Grupo Parlamentar do PSD na Assembleia Regional lamentou hoje o “ruído” de alguns partidos relativamente ao setor da banana e à GESBA e lembrou a situação que se vivia antes da criação da Empresa de Gestão do Setor da Banana.

“Os produtores não sabiam o que acontecia ao seu produto, nem tão pouco sabiam quando iriam receber ou se iriam receber o valor das suas produções”, afirmou o deputado Élvio Encarnação, numa conferência de imprensa realizada em S. Martinho, junto ao edifício que iria albergar o Laboratório de Veterinária, mas que acabou por não servir esse fim, encontrando-se, nesta altura, devoluto.

A escolha do local prendeu-se com o facto, segundo o deputado, de existir um novo projeto para aquele prédio na área da agricultura. “A breve prazo, o Governo, através da GESBA irá proceder à adaptação deste espaço para a melhoria da produção e das condições da atual estação de São Martinho”, disse Élvio Encarnação.

Trata-se de um investimento na ordem dos cinco milhões de euros, explicou o deputado, sublinhando que este é “mais um sinal de que o Governo está com os bananicultores, continuará a protegê-los e a lhes dar rendimentos”, existindo “uma garantia de que recebem o seu dinheiro a tempo e horas”.

A empreitada deverá ser lançado no início de 2018.

Élvio Encarnação salientou ainda que o setor da banana tem sido “uma prioridade” para o Governo Regional e se tem mostrado rentável nos últimos anos, considerando, por isso, que o “ruído” trazido por certos partidos só poderá estar ao serviço de “interesses particulares ou comerciais”.

O deputado reforçou que aposta do Governo tem tido provas no terreno, com os investimentos que têm sido efetuados, dando o exemplo da nova Estação de Processamento da Ponta do Sol que permitiu a duplicação da produção, sendo possível processar 80 toneladas de banana diariamente. Além do investimento de 1,5 milhões na área da investigação, no Lugar de Baixo.