PSD-Santa Cruz apresentou voto de protesto contra JPP em Santa Cruz por causa da gestão do lixo

Santa Cruz-23

O PSD Santa Cruz avançou com um voto de protesto contra a má recolha do lixo. Os deputados municipais social-democratas apresentaram no passado dia 16 de Dezembro, no âmbito da reunião para apresentação da proposta do Orçamento do Município de Santa Cruz para 2017, um voto de protesto contra a Câmara Municipal de Santa Cruz (CMSC). O mesmo, dizem, justifica-se pela “constante má gestão que o executivo do JPP tem vindo a realizar em Santa Cruz, nos últimos três anos, ao nível da recolha de lixo e da ausência de políticas ambientais, relativamente à recolha selectiva dos resíduos sólidos”.
Garantem os deputados do PSD que se assiste ao aparecimento de pragas de ratos e insetos em áreas residenciais, o que põe em causa a saúde pública e da qualidade de vida dos residentes.
“É com preocupação que os deputados municipais assistem a esta situação que está a causar um mal-estar evidente na população do concelho. Os procedimentos seguidos pela autarquia resultam numa imagem pública terceiro-mundista, surgindo imagens de colchões a apodrecerem junto às bermas da estrada – uma vergonha ambiental para os residentes e visitantes”, queixa-se.
A hotelaria e da restauração queixa-se, dizem, e há ainda reclamações por escrito de turistas devido à falta de higiene pública.
“Todos julgaram que o aumento das taxas de saneamento viria a melhorar o serviço público do saneamento. O se verifica é o inverso”, acusam.
Para o PSD, a gestão da recolha do lixo por parte do executivo do JPP é um desastre, prejudicando a imagem de Santa Cruz, prejudicando os munícipes, prejudicando os empresários. Tudo por “escassez de gestão estratégica e operacional, por parte do executivo camarário do JPP”.
O referido voto de protesto teve os votos favoráveis do PSD, dos Independentes (PS e CDU), a abstenção do Independente (CDS-PP) e os votos contra do JPP.