Projeto Savoy estreia-se com nova praça em junho do próximo ano

(Foto Rui Marote)
(Foto Rui Marote)

* Com Rui Marote

Será a primeira fase do mega projeto Savoy Palace a “dar a cara”. Até junho do próximo ano, os promotores esperam apresentar uma Praça do Turista já transformada, de acordo com as linhas arquitetónicas do novo hotel de luxo que surgirá no Funchal.

As obras de construção do novo Savoy Palace, pela sua dimensão e complexidade técnica, têm vindo a marcar igualmente a dinâmica das zonas circundantes, sobretudo no que ao trânsito diz respeito.

A Rua Imperatriz D. Amélia, arruamento paralelo à Avenida do Infante, constitui uma área nevrálgica em termos de acessibilidade de peões e escoamento de veículos.

As equipas responsáveis pelo projeto têm dispensado especial atenção à zona, até pela centralidade em termos turísticos.

Para o efeito, foi criado um desvio. O novo traçado, ainda que provisório, está devidamente assinalado, pavimentado, assegurando área pedonal protegida.

(Foto Rui Marote)
(Foto Rui Marote)

Recorde-se que haverá uma ligação subterrânea entre o lote onde cresce a nova unidade hoteleira e os antigos jardins do Savoy, a sul. Trata-se de um túnel que está já construído, precisamente sob a Rua Imperatriz D. Amélia.

Pelo que se percebe, tratou-se de uma intervenção complexa pelo facto de nunca ter comprometido a acessibilidade daquela artéria.

(Foto Rui Marote)
(Foto Rui Marote)

Sabe-se que a ligação entre as duas áreas será ainda possibilitada através de um viaduto pedonal.

O FN apurou que tanto a Rua Imperatriz D. Amélia como a Rua do Favilla continuarão com o seu empedrado original, apesar das obras de construção do túnel, cumprindo assim uma das condições impostas pela autarquia do Funchal.

Já a Praça do Turista será alvo de uma intervenção de fundo em janeiro próximo, permitindo a sua ligação com o projeto principal. Será aqui que, até abril do próximo ano, surgirão os quatro apartamentos modelo, tudo apontando para que em junho esta área adjacente esteja concluída.

(Foto Rui Marote)
(Foto Rui Marote)

Entretanto, e de forma a iniciar os trabalhos de remodelação, a praça de táxis ali existente foi deslocada para outro ponto da cidade.

O Hotel Savoy Palace, cujo promotor é o Grupo AFA, tem conclusão prevista para meados de 2018, aumentando a oferta da Região em mais 500 camas, prevendo ainda a criação de mais de 200 postos de trabalho no sector do Turismo. Por enquanto, é a construção civil que vai marcando pontos.