Restaurante trama restaurante e põe fiscais da Câmara em ação em nome da inveja

 

câmara municipal do Funchal*Com Rui Marote
Estepilha! Bem pode dizer-se que o madeirense é inimigo do próprio madeirense. Vem esta prosa a propósito de uma “cena” – como diz agora a malta jovem – vista nesta cidade superior. Numa rua movimentada, onde proliferam os restaurantes, também parece abundar a inveja. De manhã, eis que um dos restaurantes é brindado com uma ação de fiscalização da Câmara Municipal do Funchal. Os fiscais puxaram da sua autoridade e pediram logo aos proprietários as licenças do negócio. 
Nada de estranho ou anómalo. O caricato resulta do facto de os fiscais terem atuado com base numa denúncia do restaurante vizinho… Vai daí, fiscais à porta, papéis mostrados e, conclusão, nada de irregular.
O que chegou aos ouvidos do Estepilha por parte de quem está por dentro do assunto foi de que os fiscais se encontravam de férias e, a mando de um certo e aparentemente poderoso restaurante, suspenderam por minutos as férias para entrarem em ação. O que é o amor à camisola ou ao trabalho…
O Estepilha não fala em nomes para não atear ainda mais a fogueira. Mas é caso para dizer que o presidente Cafôfo está bem servido. No próximo Dia da Cidades, estes fiscais são legítimos candidatos à medalha pelos bons serviços prestados à autarquia. Entretanto, todos são cristãos mas esquecem-se de que a inveja é pecado…