Nasa calcula que arderam na Madeira mais de 3.200 hectares (32 km2, 3.200 campos de futebol)

Fogo madeira
Foto Nasa.

Não escapa nada aos satélites da Nasa.

Desde o dia 8 de Agosto que a situação foi acompanhada desde o espaço.

No dia 12 de Agosto os fogos já estavam praticamente extintos, mas deixaram grandes extensões de de área florestal carbonizada.

Quando o ‘Operational Land Imager’ (OLI), do satélite Landsat 8, captou esta imagem da Madeira, no dia 11 de agosto de 2016, o incêndio na zona dos Prazeres, Calheta, ainda estava queimando.

Mas também já era visível a cicatriz  de terra queimada não apenas na zona da Calheta como nos arredores do Funchal.

Com uma combinação de cores e de infravermelhos, é visível a área queimada, a castanho.

Segundo as contas da NASA, cerca de 3.200 hectares (32km2) F oram queimados durante os fogos. O equivalente e 3.200 campos de futebol.

Por cá, o Diário de Notícias diz que 8% da Madeira ardeu.

O fogo perto de Funchal matou três pessoas, destruiu mais de 150 casas, e forçou a evacuação de mais de 1000 pessoas, de acordo com as notícias.

Segundo a Nasa, uma onda de calor ajudou a alimentar o fogo, mas as autoridades acham que alguns podem ter tido ‘mão criminosa’.