Gala de Etnografia e Folclore dia 19 na Praça do Povo

cartaz-vi-galaetnografia_a3g.jpg.jpeg

A VI Gala Internacional de Etnografia e Folclore Manuel Ferreira Pio realizar-se-á no próximo dia 19 de Agosto, sexta-feira, na Praça do Povo, a partir das 21h15, e terá como temática o Bordado Madeira na rota do mundo, informa o grupo de folclore ‘Monte Verde’.

Participam no festival grupos de folclore madeirenses, de Portugal continental, nomeadamente de Vila Real e Ribatejo, e ainda de países estrangeiros, como a Polónia e o Panamá.

Segundo um texto explicativo da autoria de Marco Mendonça, Élvio Neves e Pedro Pereira, a temática do Bordado Madeira no mundo justifica-se pela importância etnográfica do mesmo. “A ilha da Madeira foi descoberta no séc. XV e julga-se que os bordados começaram desde logo a ser produzidos pelas fidalgas, como necessidade de decoração das roupas do lar bem como do vestuário, e ainda por influência dos trabalhos conventuais”.

Sem referências à exportação de bordado Madeira até meados do séc. XIX, foi aparentemente a partir desta altura que este produto assumiu um cariz marcadamente comercial.

“Durante o séc. XIX as principais exportações destinam-se a Inglaterra e Alemanha. No séc. XX exporta-se bordado Madeira para todo o mundo. Itália, Estados Unidos, América do Sul e a Austrália tornam-se mercados importantes. França, Singapura, Holanda, Brasil e outros países contribuíram também para a expansão do comércio e da notoriedade do bordado Madeira. Actualmente os maiores mercados de exportação são EUA, Itália e Inglaterra. Reconhecidas internacionalmente, as peças de bordado Madeira têm uma história e tradição ligadas ao segmento de luxo e muitas foram e são as mesas da aristocracia europeia cobertas com peças de bordado Madeira”.