Camões revisitado no Palácio com distinções de uma Pátria que o desprezou em vida

junho 4
Fotos Rui Marote

O poeta que mais e melhor cantou a nação e que morreu desamparado e desiludido com ela tem hoje honras de feriado, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portugueses. São as contradições e incoerências deste ser estranho português que levou Camões a confessar ter a voz enrouquecida de cantar para uma “gente surda e endurecida”.

junho5Lamentos à parte, eis que se passaram mais de quatro séculos e eis também que, post mortem, o país e naturalmente a Madeira prestaram hoje homenagem a Camões e à diáspora.  Cerimónias civis e militares, no Palácio e fora dele, com as mais altas entidades regionais a marcar presença e um momento de distinção a algumas figuras que têm contribuído com o seu engenho para honrar o país, numa cerimónia promovida pelo Representante da República para a Madeira, Irineu Barreto.

A primeira homenagem foi dirigida aos emigrantes com a habitual colocação de uma coroa de flores junto ao “Monumento ao Emigrante Madeirense”, pelas entidades presentes, com uma breve troca de palavras. Um momento com particular significado já que a Venezuela, país tradicionalmente de acolhimento de muitos madeirenses, vive hoje momentos de rutura e de grande apreensão.

junho2No Palácio de São Lourenço, teve lugar ao final da manhã, as distinções honoríficas, concedidas pelo Presidente da República, e entregues por Tranquada Gomes, Miguel Albuquerque e Irineu Barreto. A saber: Irene Lucília Mendes de Andrade, com o  grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique;
Ricardo Jorge Abrantes Velosa, com o grau de Comendador da Ordem do Infante e, ainda, – ADENORMA (Associação de Desenvolvimento da Costa Norte da Madeira), representada por Medeiros Gaspar, com o título de Membro Honorário da Ordem do Mérito.

junho velosaOs agraciados, com obra feita na Madeira, são distinguidos com merecido prémio. O FN atreve-se a dizer que, lá do alto do Olimpo, Camões deverá sorrir ironicamente  e pensar: que sorte a deles que foram agraciados em vida!

Uma cerimónia com os discursos da praxe, de exaltação da pátria e dos talentos que foram hoje agraciados, que mobilizou estudantes e entidades oficiais.

junho ve,losassss