Devoção a Fátima mobiliza madeirenses que viajam no regime Tudo Incluído

brava gorte1
Gorete Araújo salienta a grande devoção dos madeirenses a Nossa Senhora de Fátima. Fotos Rosário Martins

Os madeirenses continuam a demonstrar grande devoção por Nossa Senhora de Fátima e a prova é que estão bem vivos os grupos que, por esta altura, viajam para participar no Santuário das aparições. “A devoção a Nossa Senhora é muito agregadora”, explica Gorete Araújo.

O subsídio de mobilidade tem vindo a incrementar a apetência das pessoas pelas viagens, explicou ao FN, a agente de viagens bem conhecida da Região, Gorete Araújo, administradora da Bravatour Viagens e Turismo, na Avenida Zarco. Tem, neste momento, três grupos em Fátima cerca de 90 pessoas, no regime Tudo Incluído. Curiosamente, uma opção cada vez mais frequente dos viajantes que preferem liquidar contas à saída e só levar um extra para as compras.

bravaGorete Araújo considera que é a “grande devoção da população a Nossa Senhora” que as mobiliza também e em especial nesta altura do ano.

A agência de viagens “Bravatours” programa sempre algo mais do que Fátima. Há 3 grupos no terreno, com pacotes diferentes. Por exemplo, o mais caro, Fátima e Alqueva, ronda os 998 euros por pessoa, com Tudo Incluído. Os outros dois pacotes são ligeiramente mais baratos.

Todas as viagens são pagas com dinheiro à vista. Já lá foi o tempo do crédito. As próprias agências, lembra Gorete Araújo, têm de pagar na horas as despesas com fornecedores.

Com larga experiência no mercado, esta profissional explica que a população, após a grande crise que a todos abalou, retoma agora o gosto pela viagem, como uma terapia essencial à vida e uma fonte inesgotável de conhecimento.