JPP insiste nos preços elevados do estacionamento do Hospital

jpp
Foto JPP

O Grupo Parlamentar do Juntos pelo Povo (JPP) vai agendar para a próxima semana, na Assembleia Legislativa da Madeira (ALRAM), a discussão sobre o Projeto de Resolução que recomenda ao Governo Regional a tomada de medidas, no sentido de diminuir os custos do estacionamento no parque do Hospital Dr. Nélio Mendonça.

“É necessário alterar o vergonhoso preçário que se pratica neste parque de estacionamento. O próprio secretário regional da Saúde já o admitiu, neste Parlamento Regional, quando questionado pelo JPP, mas já se passaram quase seis meses e ainda nada foi feito neste sentido”, afirmou o deputado Paulo Alves, esta quinta-feira, 12 de maio, em conferência de imprensa na ALRAM.

O contrato que o Governo Regional rubricou, em 2003 com a CPE – empresa do grupo Teixeira Duarte, concessionária deste parque de estacionamento – tem a duração de cinquenta anos, e nos primeiros vinte não há lugar a pagamento de rendas ao Governo. No restante prazo do contrato, que expira em 2053, a CPE vai pagar a quantia de 500 euros por mês.

“O senhor secretário afirmou que este contrato não poderia ser alterado, mas segundo uma análise que o JPP fez, há cláusulas que podem ser mudadas, se houver boa vontade de ambas as partes, até porque está consagrada a revisão dos preços máximos anualmente e não sabemos se isso tem acontecido. Sabemos, isso sim, que os preços são extremamente elevados, para quem precisa de ir ao hospital. Isto não é um estabelecimento comercial. Só lá vai quem precisa mesmo e em situações de fragilidade”, advertiu Paulo Alves.

O JPP pretende, assim, que o Governo Regional proceda à renegociação em baixa dos valores do tarifário da CPE, por forma a tornar este estacionamento mais acessível a todos e evitar, ainda, os estacionamentos irregulares, nos arredores desta unidade hospitalar.