Classificar moradias do Infante tira receitas do IMI à Câmara e não interessa

SONY DSC
Fotos Rui Marote

*Com Rui Marote

Na Avenida do Infante, entre a bomba de gasolina e os edifícios Infante,  no sentido Funchal-Câmara de Lobos, lado direito, há uma série de moradias com uma traça paisagística muito original.

A Câmara Municipal do Funchal, no consulado curto do vereador  Gil Canha,  com o pelouro das obras, chegou a apresentar um documento para a classificação histórica das casas da Avenida, salvaguardando uma eventual demolição ou modificação da sua traça original.

SONY DSC

Com a saída de Gil Canha, o documento ficou na gaveta,  vindo depois o CDS-PP,  através de José Manuel Rodrigues  reativar a proposta anterior, que acabou por expirar os prazos.

A Câmara de Paulo Cafôfo entusiasmou-se com a proposta inicial de classificar os imóveis mas depois abrandou os ímpetos quando soube que, se a proposta fosse adiante, as referidas moradias deixariam de pagar IMI à autarquia. Lá se iriam as preciosas receitas dos cofres da cidade…