JN diz que pai de Daniel é suspeito de violar rapariga de 17 anos na Calheta

calheta-03O Jornal de Notícias (JN) revela na edição de hoje que Carlos Abreu Sousa, o pai do pequeno Daniel que esteve desaparecido três dias na Madeira em janeiro de 2014, é suspeito de ter violado uma jovem de 17 anos.

A PJ-Funchal está a investigar o caso que envolve uma aluna da escola da Calheta, menor de idade mas a associação do caso ao pai do Daniel é feita agora pelo JN.

Segundo revela o JN, a menor, uma aluna da Escola Básica e Secundária da Calheta, queixou-se às autoridades de ter sido violada na segunda-feira, no espaço da piscina da Calheta, onde o pai de Daniel estava a trabalhar, graças a um programa do Centro de Emprego.

A menor contou o caso na escola, que alertou de imediato as autoridades.